Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My Books News

My Books News

Amílcar Cabral

08.07.24

Esquecemo-nos frequentemente da valiosa colecção que são as publicações da Imprensa Nacional Casa da Moeda. 

Claro que não ajuda que os preços sejam tão pouco convidativos. A edição deste livro de cartas (Abril de 2024), relembrou-me de um nome e um outro livro por ler.

a.JPG 

Amílcar Cabral é um nome que está há muito na minha lista de livros a ler. Um livro com o seu nome, estava sempre na mesa dos destaques, na biblioteca. 

É um detalhe importante, porque reflecte a minha ignorância e penso que, mais grave, a nossa ignorância colectiva sobre o colonialismo português.

a2.JPG

A verdade é que, até ver aquela capa (em 2018-2019?), eu nunca tinha ouvido falar de Amílcar Cabral.

Em 2020, foi reconhecido como o segundo maior líder mundial na história da humanidade, de acordo com uma classificação feita por historiadores para a "BBC World Histories Magazine". Esta avaliação foi resultado de um levantamento entre especialistas convocados pela revista, que foram solicitados a indicar a figura de liderança que, em sua opinião, mais significativamente exerceu poder de forma positiva sobre a humanidade. 

Wikipédia

 

Amílcar Cabral nasceu guineense e cabo‑verdiano, numa generosidade pan‑africanista que, paradoxalmente, haveria de ser a sua desgraça. Tenho para mim que foi uma das figuras mais interessantes do século XX, uma espécie melhorada (muito melhorada mesmo) de Che Guevara africano. O facto de o seu nome e de a sua obra dizerem hoje tão pouco às novas gerações de intelectuais africanos, e de ser praticamente desconhecido fora do continente, afigura‑se‑me uma enorme injustiça.

José Eduardo Agualusa 

 

Tenho 50 emails na minha caixa de correio, com conteúdos/ideias para este blog. Remontam a 2021 e não passam de lembretes que enviei a mim própria. Estou determinada a rever e publicar uma boa parte deles.

Poderia estar a ler? Sim, mas provavelmente não seria tão divertido.