Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My Books News

My Books News

A História de Roma de Joana Bétholo

20.02.24

content.jpg

A História de Roma, de Joana Bértholo, é um romance que nos leva a uma viagem através da memória e da identidade, pelas cidades partilhadas na história de um casal: Buenos Aires, Berlim, Marselha, Beirute e Lisboa.

 

A narrativa desenrola-se em Lisboa, onde a protagonista, uma lisboeta, guia o seu ex-companheiro por diferentes percursos da cidade, após um reencontro, depois de dez anos de separação.

Ao longo desses percursos, as memórias do passado comum vão sendo desvendadas, revelando as diferentes e até contrárias perspectivas que cada um tem sobre a relação e sobre a vida com um todo.

Joana procura respostas fora de si, ao mesmo tempo que tenta reconstruir uma vida e uma identidade.

 

A escrita de Joana Bértholo é poética, captando com precisão as nuances das emoções e dos pensamentos de Joana, uma bolseira precária que vai atravessando continentes, 

na busca de si

      contra estereótipos 

               amarrada ao seu passado

 

A História de Roma é um livro que nos obriga a reflectir sobre as nossas próprias memórias, sobre as expectativas de uma "geração mais qualificada de sempre", sobre as exigências sobre humanas que ainda recaem sobre as mulheres. 

 

E já agora, não posso deixar de notar que Joana Bétholo escreveu um manifesto feminista que parece saído do discurso de America Ferrara, mas que foi escrito antes do filme Barbie. 

 

A escrita de Joana Bértholo é inovadora e experimental, com linguagem moderna e directa, ou não fossemos já uma "geração nativa do mundo digital". 

 

Juntando Ecologia e A História de Roma, vejo em Joana Bértholo a mais fiel herdeira de Saramago. E não é exagero.