Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Books News

My Books News

Marcar na agenda: 14 de Maio

29.04.24

Novas cartas portuguesas, coletânea de textos de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa organizada por Ana Luísa Amaral, será tema em maio do Encontro de Leituras, parceria do jornal português PÚBLICO e da Quatro Cinco Um em torno dos livros publicados nos dois lados do Atlântico. O clube de leitura terá como convidadas a antropóloga e professora brasileira Debora Diniz, conhecida pelo seu trabalho em defesa da descriminalização do aborto e dos direitos das mulheres, e a professora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto Marinela Freitas, especializada em estudos de gênero.

 

Quatro cinco um

 

O encontro é aberto a todos que queiram participar. 

Link e dados de acesso à sessão zoom, no link

Sobre os telemóveis nas escolas

29.04.24

Lido hoje, na newsletter Morning Brew:

 Norway’s school smartphone ban is working. In unsurprising news, middle school kids in Norway have been feeling mentally healthier and performing better academically since a public health initiative banned smartphones in schools, according to a new study. After three years of the policy, girls’ GPAs increased, while visits to mental health professionals decreased by 60%—and girls from lower-income families benefited the most. There wasn’t much effect on boys’ academic standings, but both boys and girls experienced 43%–46% less bullying after putting their phones away.

 

A proibição de smartphones nas escolas da Noruega está a dar resultado. Em notícias pouco surpreendentes, crianças do ensino básico na Noruega têm-se sentido mentalmente mais saudáveis e com melhores resultados académicos desde que uma iniciativa de saúde pública proibiu smartphones nas escolas, de acordo com um novo estudo. Após três anos da política, as médias de notas das raparigas aumentaram, enquanto as visitas a profissionais de saúde mental diminuíram em 60% - e as raparigas de famílias com rendimentos mais baixos foram as mais beneficiadas. Não houve grande efeito na posição académica dos rapazes, mas tanto rapazes como raparigas experienciaram 43% - 46% menos bullying depois de guardarem os seus telefones.

Os discursos do 25 de Abril

26.04.24

Infelizmente, não tive oportunidade de ver, na integra, as celebrações oficiais do 25 de Abril.

 

Vi (pela televisão), com emoção, a chegada dos militares de Abril e com muita tristeza, o triste (estou a evitar a palavra patético) discurso do nosso Presidente da República.

 

Nas horas seguintes, fui ouvido a unanimidade em torno dos discursos que se destacaram pela positiva, como os de Rui Tavares e Ana Gabriela Cabilhas.

 

Gostei e recomendo-vos ambos.

 

 

Também de destacar, o sentido de Estado demonstrado por Aguiar Branco e que infelizmente não foi acompanhado pelo triste papel do Presidente da República, nesta cerimónia. 

Triste foi também o exemplo dos deputados daquela "casa", que só aplaudiam os discursos dos seus parceiros de partido, como se estivessem no recreio da escola a aplaudir os amigos.

Abril, querido Abril

26.04.24

As coisas maravilhosas de que foi feito o meu 25 de Abril:

um mar de gente nos Aliados e ruas adjacentes

IMG_20240425_164625_352_SR-EDIT.jpg

o incrível suplemento do Jornal de Notícias, com a edição publicada em 25.04.1974

Leitores recebem segunda edição do JN publicada a 25 de Abril de 1974

a incrível capa do Expresso com uma ilustração de André Carrilho, que é apenas uma parte da ilustração que se encontra no destacável e que eu pretendo emoldurar

Semanário | html

Pág. 1/2