Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Books News

My Books News

O Parlamento Internacional dos Escritores

Num mundo onde a voz dos escritores muitas vezes ecoa nas páginas de seus livros e romances, a manifestação de posições políticas e sociais por parte dessa comunidade pode parecer uma raridade.

A recente tomada de posição da escritora Alexandra Lucas Coelho, refletida nas páginas do jornal Público, sobre a situação em Gaza, destaca-se como um exemplo marcante.

alexandra.JPG

Não tem sido muito habitual, a manifestação de posições políticas ou sociais, da parte da nossa comunidade de escritores. Mais recentemente, ocorre-me a controvérsia com Joel Neto. 

Não sei se será justo, exigir destes/as humanos/as, a tomada de posições públicas, esse trabalho de cidadia exigente, a que a generalidade das pessoas parece ter votado ao esquecimento.

 

Mas voltei a lembrar-me do Parlamento Internacional dos Escritores, criado em 1993 em resposta à condenação à morte de Salman Rushdie e a assassinatos de escritores, que tinha como objetivo defender a liberdade de expressão e a segurança física de autores ameaçados.

O seu Conselho Conselho, presidido por Salman Rushdie era composto por ilustres como Adonis (poeta libanês), Breyten Breytenbach (escritor sul-africano), Carlos Fuentes (escritor mexicano), Édouard Glissant (escritor martinicano), Jacques Derrida (filósofo francês), Pierre Bourdieu (sociólogo francês) e Toni Morrison (escritora americana).

 

Recomendo vivamente a leitura do texto de Betty Milan sobre o tema e que inclui excertos de entrevistas a José Saramago e Eduardo Lourenço sobre a sua presença na reunião que ocorreu em 1994.

 

Não encontrei muitas informações recentes, mas parece que se terá autodissolvido em 2003, embora tenha continuado a se manifestar esporadicamente em apoio a causas específicas. Porém, encontrei um canal YouTube, criado em 2017 e com actividade durante a pandemia.

 

Que este lembrete da história do PIE e da atualidade dessas discussões inspire uma nova geração de escritores e leitores a se envolver ativamente nas questões que moldam o mundo à sua volta. A voz dos escritores pode, afinal, ser uma força poderosa na busca por justiça, liberdade e igualdade.

 

Saramago Apontamentos: Saramago e a criação do Parlamento Internacional de Escritores (25/11/1993) (desaramago.blogspot.com)

Pág. 4/4

Mais sobre mim

natal-mrec

SCRIBD - 1 mês grátis para mim e 2 para vós

Se decidirem fazer uma inscrição grátis no SCRIBD, poderiam utilizar o meu convite? Eu receberei 1 mês grátis e a/o convidada/o receberá 2 meses grátis. https://www.scribd.com/gatx/ailre5

subscrever feeds

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D