Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Books News

My Books News

Um cadáver na biblioteca - Agatha Christie

Há certos tipos de clichés característicos de determinados géneros de ficção. O "vilão sem medo" para o melodrama e o "cadáver na biblioteca" para o romance policial. Levei anos a amadurecer a possibilidade de uma "variação sobre um velho tema", que me parece adequada. Impus a mim própria algumas condições. A biblioteca em questão teria de ser altamente ortodoxa e convencional. Por outro lado, o cadáver seria obrigatoriamente enquadrado num índice de improbabilidade e sensacionalismo.

 

Capturar.JPG

Decidi ler este livro (que possuo na estante, mas que preferi ouvir em audiolivro) por recomendação de Steve Donoghue para o March Mystery Madness, um desafio literário com o objectivo de explorar um género literário que muitos consideram menor: policiais.

 

Graças à colecção Vampiro Gigante, passei a adolescência a ler Agatha Christie e o seu Poirot, mas realmente li muito pouco da Miss Marple.

 

Na biblioteca do coronel Arthur Bantry é encontrado um cadáver de uma jovem loura. O estranho é que ninguém conhece a jovem e menos porque o seu cadáver foi aparecer na biblioteca da família.

 

Um dos meus elementos preferidos foi o cinismo da Miss Marple e o rebuscado enredo. Mas esse "rebuscado" está demasiado próximo do inverossímil para o meu conforto.

Para mim, um bom policial surpreende, precisamente pela verossimilhança da resolução que nos escapou.

Capturar.JPG

 

Descobri uma adaptação para BD que adorarei ler.

Costumam ler policiais?

Eliminar ruído

Sempre fui fã do Governo Sombra, mas ultimamente sinto que é mais ruído que informação.

Por isso, não me surpreendeu particularmente que Jordan Peterson tenha sido referido como "um dos mais estimulantes intelectuais contemporâneos" (e surpreendeu-me menos de quem veio a frase).

Para mim, é Jordan Peterson é o intelectual dos básicos e dos estúpidos que adoram ver académicos darem-lhes razão quando dizem coisas como:

The idea that women were oppressed throughout history is an appalling theory.

o privilégio branco é “a Marxist lie

entre outros mimos que a extrema-direita tanto adora

 

Mas não é por vir de um académico que a boçalidade se transforma em intelectualidade.

Hoje dou graças por ter tido uma formação, começada por uma mãe com a 4ª classe, que me permitiu distinguir entre a verdade e banha de cobra.

Mais, que me deu a fortitude moral para escolher valores humanistas íntegros e alinhar as minhas acções de acordo com estes (ou pelo menos, tentar esse alinhamento, ainda que com erros e aprendizagem).

Certamente, este muito seria muito melhor, se ouvissem as mães, em vez dos Petersons deste mundo.

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

subscrever feeds

SCRIBD - 1 mês grátis para mim e 2 para vós

Se decidirem fazer uma inscrição grátis no SCRIBD, poderiam utilizar o meu convite? Eu receberei 1 mês grátis e a/o convidada/o receberá 2 meses grátis, em vez dos habituais 30 dias grátis.https://www.scribd.com/g/ailre5