Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My Books News

My Books News

1º Dia Mundial da Língua Portuguesa (UNESCO)

O dia 5 de Maio passará a ser celebrado como o Dia Mundial da Língua Portuguesa (UNESCO) que, segundo a Wikipédia é a 5ª língua nativa mais falada em todo o mundo.

 

Infelizmente, também assim é por consequência do nosso (triste) passado colonial. Vamos percorrer o mundo?

 

Angola:

Estação das Chuvas de José Eduardo Agualusa é "uma biografia romanceada de Lídia Carmo Ferreira, poetisa e historiadora angolana, misteriosamente desaparecida em Luana em 1992". 

Além do português, há palavras como quicombo (uma espécie de madeira), xitaca (pequena quinta), retinta, cuamatas...

 

Cabo Verde:

Os flagelados do vento leste de Manuel Lopes, não é uma leitura fácil. Um dos motivos é precisamente a língua, nomeadamente o crioulo cabo-verdiano que nos obriga a alguma agilidade mental. Mas essencialmente pela dramática temática - a fome, de quem vive dependente dos elementos naturais, para a sua sobrevivência.

Lembrou-me, frequentemente, de O Quinze de Rachel de Queiróz. Infelizmente, a fome e a pobreza são elementos universais.

 

Guiné-Bissau:

Entre o ser e o mar, de Odete Costa Semedo é um pequeno livro de poesia que tem a particularidade de ser um livro em edição bilingue: português e kriol (crioulo de Guiné-Bissau). Tal, justificado pela própria autora, que se considera "pertencente às duas culturas".

 

Moçambique:

Balada de Amor ao Vento de Paulina Chiziane é a história do amor entre Sarnau e Muwando, desde a juventude de ambos até à velhice, retratando a sua paixão, (in)constância e sofrimento. 
Todo o livro é também evocativo de um Moçambique que é feito de natureza, tradição e feitiçaria.

Balada de Amor ao Vento é considerado o primeiro romance literário publicado por uma mulher em Moçambique.

 

acasadopastor.png

São Tomé e Príncipe

Olinda Beja, é uma autora que ainda não li, mas que está na minha lista de autoras a conhecer. Aliás, julgo que nunca li autores de São Tomé e Príncipe.

Aceitam-se recomendações.

 

Brasil:

Capitães da Areia, de Jorge Amado é um leque de personagens inesquecíveis. Aliás, é Jorge Amado é absolutamente perfeito na construção de personagens. Na verdade, consegue de forma exemplar construir cada uma das personagens individuais, assim como a que é o seu colectivo "os capitães da areia".

É um livro violento e cru sobre a marginalidade infantil.

Por vezes custa ver um certo romancear da violência, da pobreza e até da violação de mulheres, mas confesso que me chocou muito mais a forma como descreveu a ausência do amor.

 

É também a minha tentativa de não voltar a recomendar O Quinze, de Rachel de Queiroz.

 

Portugal:

As novas cartas portuguesas, de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa (as três Marias) é um incontornável, na minha lista de recomendações.

Não é um livro fácil e deve ser precedido da leitura das Cartas Portuguesas de Soror Mariana Alcoforado.

Nas "novas cartas", as referências às 5 cartas da Soror Mariana são frequentes e absolutamente maravilhosas. A obra mistura prosa epistolar, poesia e algo mais.

É uma sublime obra que parece estar muito (tristemente) esquecida.

 

Uma curiosidade: o termo Três Marias aplica-se a muito mais que o vinho, de figuras bíblicas a constelações. É também o nome de uma obra de Rachel de Queiroz. 

 

1.JPG

Timor Leste:

Julgo nunca ter lido um/a autor/a timorense.

Porém, tenho alguns na minha TBR, nomeadamente Luis Cardoso e em especial o Crónica de uma travessia – A época do ai-dik-funam.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

SCRIBD - 1 mês grátis para mim e 2 para vós

Se decidirem fazer uma inscrição grátis no SCRIBD, poderiam utilizar o meu convite? Eu receberei 1 mês grátis e a/o convidada/o receberá 2 meses grátis, em vez dos habituais 30 dias grátis.https://www.scribd.com/g/62ck8b